segunda-feira, dezembro 27, 2010

uma homenagem singela ao Professor José Cid

O Professor hibernou (da última vez que deu aulas trouxe-nos uma Zaratruta), mas hoje houve um momento à sua altura: «queria um dos últimos do Gonçalo Tavares, o Como Sobreviver às Novas Tecnologias».

sábado, dezembro 25, 2010

alguém conhece empresas destas?

«Trabalhei em algumas empresas que passaram por momentos difíceis. E um dos sintomas do desespero eram as permanentes reestruturações, nomeações e contratações de novos dirigentes, sem que nunca se cortasse a direito. Ou seja, sem que ninguém fosse realmente responsabilizado pela má situação em que nos encontrávamos. Aumentavam-se os custos e a confusão, com organigramas cada vez mais complicados, até haver tantos generais como soldados e ninguém saber quem realmente manda.»

Daniel Oliveira, no Record de ontem

terça-feira, dezembro 21, 2010

segunda-feira, novembro 01, 2010

vai a meio



Até ao próximo Domingo, na Brandoa. Sim, o Fórum Luís de Camões não fica propriamente no centro da Amadora. A forma mais fácil de lá chegar é mesmo ir de metro até Alfornelos e depois fazer o resto a pé (10 minutos). É só perguntar para que lado é a Brandoa, porque não há qualquer placa a indicar o caminho para o festival...

sábado, outubro 23, 2010

sábado, outubro 09, 2010

sábado, setembro 25, 2010

sexta-feira, setembro 10, 2010

sugestão de cinema



este Sábado (11/Setembro), na Cinemateca Portuguesa, às 19h00

quinta-feira, setembro 02, 2010

estou ansioso por ler a parte do «revelar mundos desconhecidos»

«Um Professor é um artista da vida. Porque os gestos e as palavras de um Professor habitam as vidas dos alunos.
Ser Professor de adolescentes é partilhar com eles a magia do saber, é viajar no tempo e no espaço, é revelar mundos desconhecidos, é partir com eles à descoberta da vida autêntica.»

O Professor que o Adolescente Deseja é o novo livro da colecção Adolescer, da editora Coisas de Ler. Nós por cá sugerimos também o nº1 da mesma colecção, Os Sonhos dos Adolescentes, onde na apresentação se pode ler que «com a autora, vamos descobrir Os Sonhos dos Adolescentes. Eles vão surpreender-nos...e nós vamos adorar as surpresas que eles nos reservam».

domingo, agosto 29, 2010

flores e pontos negros

«É engraçado ver quantas pequenas coisas ficam emaranhadas naquela rede de ternura subjacente a todos os casamentos, até mesmo nos piores: não são só as flores, os campos e a lua, tão luminosa que faz parar o coração; é também tirar os pontos negros das costas da pessoa que se ama, estar sentado na sanita enquanto ele escova os dentes, assistirmos a um filme pornográfico juntos: isto era algo que eu e o Julian fazíamos de forma compulsiva, tal como tudo o que fazíamos. Tinham passado pouco menos de nove meses desde o seu suicídio e eu descobria agora que rever os filmes pornográficos que tínhamos visto juntos na nossa cama de Nova Iorque aliviava a dor da sua intensa e inflamada não-presença.»

pág.133, "Arkansas" (Asa, 1999), de David Leavitt

sábado, agosto 14, 2010

sábado, julho 31, 2010

«Temos de ir almoçar pá, preciso de falar contigo sobre um projecto»

Artigo do i sobre António Feio. Em baixo, aquele sketch para Os Contemporâneos:

quarta-feira, julho 21, 2010

Renascer (Diários e Apontamentos 1947-1963) - Susan Sontag

«É superficial encarar um diário apenas como um receptáculo dos pensamentos privados e secretos de cada um - como um confidente surdo, mudo e analfabeto. No diário não só me exprimo de uma forma mais aberta do que faria com qualquer pessoa, mas crio-me a mim própria. O diário é um veículo para o meu sentido de individualidade. Representa-me como emocional e espiritualmente independente. Em consequência (infelizmente) não é um registo simples da minha vida diária - e em muitos casos - oferece uma alternativa a ela.»

Muito em breve, numa livraria perto de si.

terça-feira, julho 13, 2010

Em homenagem



Harvey Pekar (1939-2010)

segunda-feira, maio 24, 2010

sábado, maio 15, 2010

E se enfiassem as situações atípicas naquele sítio?

«Devido a um conjunto de situações atípicas - as condições atmosféricas adversas que se fizeram sentir durante alguns dias, a visita do Papa a Lisboa e as comemorações da vitória do Benfica no Campeonato Nacional - que condicionaram a visita à Feira do Livro de Lisboa, a 80ª Feira do Livro de Lisboa vai ser prolongada até ao próximo dia 23 de Maio.»

E foi assim que a APEL comunicou hoje ao público (através da sua página na internet) o prolongamento de uma semana da actual Feira do Livro. Chamar situações atípicas à visita do Papa e à vitória do Benfica (que já se sabia irem acontecer durante a Feira) e à chuva (imagino o que teriam dito se tivesse nevado) para justificar mais uma semana de caixas a facturar, é ainda mais ridículo que o fecho antecipado de 45 minutos no dia do FC Porto - Benfica (quando a Feira ficou deserta a partir das 19h30) e aquele (não) encerramento às 18h00 no Sábado passado porque tinha chovido.

Já se sabe que a maior parte dos participantes na Feira querem que esta esteja aberta mais tempo (daí o alargamento do horário este ano) dado que apenas uma minoria tem livrarias nas quais pode vender directamente ao público todo o ano. Porque não pensam nisso antes e param com estas palhaçadas a meio da Feira? Ou pensam que é fácil coordenar horários para as centenas de pessoas que nela trabalham, muitas delas a fazer jornadas diárias de 12 ou 14 horas? Assumam-se e tenham a coragem de propôr uma Feira de 2011 com seis semanas de duração, aberta das 10h às 23h. E depois até pode ser que a fome dê lugar à indigestão.

terça-feira, maio 11, 2010

É ainda a mesma a espera que sofremos.

Este verso do Alba anda-me a dar luta há algum tempo, mas acho que é disso mesmo que ele estava a falar.

sábado, maio 08, 2010

quinta-feira, maio 06, 2010

OS PEQUENOS LISBOETAS

2.

Cabeça vertical
Calça preta
Passa o dia de maleta

Não usa cão
Vai ao Tejo
Sobe ao Chiado
Cisma no Camões
E torna a descer

À noite olha o tecto
Pensa
Na mecânica celeste

A mulher é loura
Madura
E tem amante aos sábados

António Dacosta, em A Cal dos Muros (Assírio & Alvim, 1994)

segunda-feira, maio 03, 2010

sábado, maio 01, 2010





ilustrações de Suzy Lee, incluídas no livro Espelho (Gatafunho, 2009)

quinta-feira, abril 29, 2010

As coisas passaram-se assim: meu avô
teve um desgosto de amor, quis matar-se.
Atirou-se do Castelo de S. Filipe
mas não se matou, ficou ali, primeiro
a gemer e depois inconsciente, julgava
que tinha morrido. Um pastor de ovelhas
encontrou-o e levou-o para o hospital.
No hospital meu avô percebeu
que não tinha morrido, a irmã da regente
interessou-se por ele e casaram.
Do casamento nasceram três filhos,
meu pai foi um deles. Sou portanto neto
do acaso e o acaso é o meu pai.

Helder Moura Pereira, em A Tua Cara Não Me é Estranha (Assírio & Alvim, 2003)

quarta-feira, abril 28, 2010

Venham daí

A Feira do Livro de Lisboa arranca esta 5ª feira, às 12h30.