sábado, julho 24, 2004

“O Diário da Nossa Paixão” de Nicholas Sparks

Num lar de terceira idade, um homem de idade lê uma história a uma senhora também de idade, todos os dias. É sempre a mesma história, a paixão de Noah e Allie, um rapaz simples e uma rapariga de boas famílias, que se apaixonam perdidamente na adolescência, mas a interferência dos pais dela resulta numa separação previsível. Quinze anos depois, quando eles se encontram de novo, ele já possui cicatrizes provocadas pela Segunda Guerra Mundial, e ela está noiva de outro homem. Ela encanta-se então com a inocência e com o poeta que ela encontra dentro dele, e ele apaixona-se pela artista que ela é. A história de Noah e Allie é banal, uma história de amor como tantas outras… Mas o velhote insiste em contar-lhe a mesma história todos os dias, porque ela esquece-se dela todas as noites, por ter a doença de Alzheimer. Mas há dias que a memória não lhe falha tanto, e em que a história lhe parece terrivelmente familiar… Talvez porque o rapaz simples da história lhe lembre alguém que lhe foi muito importante na vida… Ou simplesmente talvez por encontrar um poeta dentro do velhote contador de histórias.

            Quero salientar aos leitores que não sou de maneira alguma uma pessoa que adore ler romances românticos e que chora no final, mas este livro realmente é comovente. É uma história de amor intemporal num cenário deslumbrante: Nova Berna, uma cidadezinha no sul dos E.U.A.. O autor descreve as paixões dos protagonistas de tal modo que é possível sentir os medos, inseguranças, excitação, contentamento, e obviamente o amor que eles sentem um pelo outro, primeiro no ardor da adolescência, passando pela incerteza na fase de adultos, terminando na maturidade na velhice. Sparks percebe que a relação entre um casal muda consoante a fase da vida em que se encontra, pelo que a interacção entre Noah e Allie é realista, e por isso, muito comovente. É sem dúvida um dos melhores e apaixonantes livros de Nicholas Sparks. Para finalizar, gostaria de deixar a nota de que o autor baseou esta história na relação dos sogros, que estiveram juntos durante quase 60 anos. Nos dias de hoje, é algo incrível!

 
O Diário da Nossa Paixão”, Nicholas Sparks (Trad. Helena Barbas), Ed. Presença, 4ª Edição, 1999, 159 págs. Preço: 12,47 €
.

2 comentários:

VaNeXa it's mi disse...

Bem nao ha palavras pa descrever o kuao maravilhoso é este livro e filme

eu li o livro mas criei o desejo de ver o filme

preferi milhares de vezes o filme pois ler acaba por ser aborrecido

xD

o filme é fantastico assim como a personagem que faz de noah

ahahaha

adorei!

bjinhOx da VaNeXa it's mi*

;)

Camila Gomes disse...

Tive o prazer de ler o livro e assistir o filme e ameicada ponto dos fatos do amor vivido por Alie e Noah. Amor é lindo demais !